domingo, 20 de agosto de 2017

Prazer em voar

Na efêmera alegria de todo dia, ela segue feito ar


Leve e firme, hora brisa, hora redemoinho, foi feita para voar...

Como escudo, hora pedra, hora flor.

Na consistência quente do seu prazer, segue feito sangue,

Lateja na língua, desce no âmago, escorre no sexo, foi feita para amar...

Amor que move o mundo, amor d,alma que mora em um corpo livre.

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Transmutação


Vivo um tempo de transmutação....
Alquimia, de pedra a flor...
De aceitação a gratidão...
Irmãs nesse planeta;
Minhas ancestrais;
Minha descendência: 
Sinto muito,
Me perdoem, 
vos amo,
sou grata!

quarta-feira, 15 de março de 2017

Borbucetas



Quando a roda gira, borbucetas voam,
No infinito torto tecem libertação,
Avoa eu, avoa tu,
Casulos se tornam asas,
Fragmentos unem-se num todo,
E as borbucetas seguem em seus vôos,
Em tons rosa-lilás de prazer e amor.