quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Surto...


Costumo entender que o desejo de mudança é uma crise de emergência espiritual....

Como se nossa identidade estivesse se desfazendo...

É um tipo de  surto... Um caos que leve a suavidade...

Como vidro passando pelo fogo, derretesse para ter uma nova forma...

Uma profundo desejo de profundidade...Uma sensação de inadequação...

Misto de tristeza e alegria...

A certeza que no tempo certo,  ficará dentro e fora de si somente o que é para ficar...

O ser em toda sua complexidade se renova...

Essa mudança é absolutamente bem-vinda...

sábado, 14 de dezembro de 2013

Inadequação...

Ela gargalhou desesperadamente e percebeu que era raiva, então vomitou palavras...
Por alguns segundos engasgou – se com o próprio vômito, anda sufocada pela superficialidade...
Deseja calar-se, mas os gritos se fazem mais presentes...
Não se conforma com um cheio tão vazio...
Seu corpo fala... Olhos, boca, mãos, suores...
Fala de quê?
Inadequação... A humanidade não sabe mais amar...
 Até beijou uma boca que vomitava a mesma comida...
E que boca gostosa...
Alguns soluços serão necessário para  recompor-se...

Nunca antes suas lágrimas foram tão alegres.

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Eis-me aqui...


A angústia da renovação arde como queimadura de insolação...
Olhar o nascer do sol com mais distanciamento, seguir um caminho novo...
A dor de perder aquilo que nunca se ganhou, é uma dor pequenininha...
Afinal, como estou meio flor, a fragilidade se faz presente...

a dor de não querer
de forma alguma
pôr um ponto final

e eu vou esmagar
esse medo besta
voltar ao meu estado meio pedra

E agora eu vou vestir minha armadura de novo

e eis-me aqui: como sempre.




(04/12/2013 - Poesia a 4 mãos, Suelli Martins e Cleudes Pessoa)

Adicionar legenda